Saindo para o sertão [que nunca mais há de sair da gente]

Era o primeiro take. Eram os primeiros sorrisos, os primeiros metros, os primeiros passos. Era 6 de outubro de 2014. Mais de cinco meses já foram percorridos desde essa primeira imagem. Perseguimos nove mil e quinhentos quilômetros, gravamos, vimos, ouvimos, revivemos. Andamos agora a mapear, a reconstruir, a cronometrar. E o Sertão como se fala segue, segue…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s