Refazendo a viagem: último take

SEQUÊNCIA: ÚLTIMA | CAPÍTULO: DESPEDIDAS | EXT./NOITE | ATO: ÚLTIMO TAKE

foto: sarah dutra.

oito de novembro de dois mil e quatorze. juazeiro, petrolina, pernambuco, bahia, brasil. 407 quilômetros. estrada vazia, dia claro. benção de despedida. ponte juazeiro-petrolina. final de tarde. início de noite. superlua. último take! é possível colocar um ponto final em um documentário? o filme abraça-se coletivamente.

Refazendo a viagem: dia trinta e três

SEQUÊNCIA: QUARENTA | CAPÍTULO: ABOIO | EXT./DIA | ATO: HOMEM SERTANEJO

foto: breno conde.

sete de novembro de dois mil e quatorze. oeiras, piauí, brasil. o grito do aboio é mais forte que a valentia de ser homem bruto. homem sertanejo, rotina de roça. dominar o gado sem temer. o filme preenche uma das últimas imagens faltantes.

 

Refazendo a viagem: dia trinta e um

SEQUÊNCIA: TRINTA E OITO | CAPÍTULO: NA ESTRADA| EXT./DIA | ATO: MERGULHANDO EM CIRCO


foto: breno conde.

cinco de novembro de dois mil e quatorze. juazeiro do norte, ceará, oeiras, piauí, brasil. estrada, bons sons, importantes conversas. circo mambembe, história de uma vida na estrada, certeza nenhuma de amanhã. o filme vai realizando seus últimos por acasos.

Refazendo a viagem: dia vinte e nove

SEQUÊNCIA: TRINTA E SEIS | CAPÍTULO: REUNIÃO | EXT./DIA | ATO: LISTANDO PENDÊNCIAS

três de novembro de dois mil e quatorze. juazeiro do norte, ceará, brasil. reunião, quarto de hotel. é preciso fazer contas do que ainda é pendência. eu acho que a gente ainda precisa disso e daquilo. revisar, revisitar, reviver. sistematizar os sonhos conquistados até aqui. o filme vai chegando ao final mesmo que a gente não queira acabar nunca.

Refazendo a viagem: dia vinte e oito II

SEQUÊNCIA: TRINTA E CINCO | CAPÍTULO: ROMARIA | EXT./DIA | ATO: DEPOIS DE PURIFICAR A ALMA

foto: eduardo de ávila.

dois de novembro de dois mil e quatorze. juazeiro do norte, ceará, brasil. padre cícero, fé, romaria dos finados, sebastianismo. viajar, purificar a alma é rezar em voz alta. o filme aprende que fé remove multidões.

Refazendo a viagem: dia vinte e sete

SEQUÊNCIA: TRINTA E TRÊS | CAPÍTULO: PAJEÚ | EXT./DIA | ATO: SERTÃO É PREGADO EM POESIA


foto: sarah dutra.

um de novembro de dois mil e quatorze. beco da laura, são josé do egito, pernambuco. o sertão é pregado de poesia e poeira, sabia? antônio marinho. poeta. aprendeu a ler só para decorar versos. sertão recitado, rimado. o filme apenas escuta.