dia 34

Pode cortar? Era possivelmente a última vez que eu responderia “sim. pode cortar!”. Fizemos o último take das imagens programadas para o filme na tarde do sábado, dia 8 de novembro. Olhávamos para o Rio São Francisco. Um quase mar no meio do sertão.

Estávamos entre Petrolina, Pernambuco, e Juazeiro, Bahia. No fundo eu tinha medo que essa hora chegasse, que a viagem fosse encerrada, que os encontros cessassem. Claro, eu sei que o documentário não acaba aqui, que muita coisa deve ter ficado por filmar, que o sertão é muito mais grandioso do que o pouco que a gente registrou nesses 34 dias.DCIM105GOPRO

Claro, eu sei que agora, na ilha de edição, que o filme recomeça, que os abraços viram saudades, que as falas ganham lugar, que as certezas e dúvidas são colocadas na mesa, que as escolhas se mostram corretas ou errôneas, que o documentário ganha 43 versões. Existiu até o primeiro dia da viagem, lá no dia 6 de outubro de 2014, um filme no imaginário de cada um. Existiu até sábado, dia 8 de novembro de 2014, outro filme que cada um viu se formar, entre imagens, entrevistas, discussões, escolhas e erros.

A partir de agora existirá um terceiro, aquele que é feito pelas escolhas das cenas, falas e sensações. Que o sertão continue virando amar!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s